Acusado de ser “laranja” do PCC condenado a 31 anos não ficou um dia preso

Acusado de armazenar 620 kg de cocaína e ao menos 30 armas para o PCC (Primeiro Comando da Capital), em 2013, Charles dos Reis Araújo, 45, o Shaolin, jamais ficou um dia preso, mesmo tendo sido condenado a 31 anos por associação a organização criminosa e tráfico de drogas.

Read more here:: Leggere Noticias


RICERCA PUBBLICARE ITALIA


it_ITItaliano